terça-feira, junho 20, 2017

JOVENS DE RERIUTABA ESTÃO SELECIONADOS PARA A FASE FINAL DE OLIMPÍADA NA UNICAMP-SP

Foto:Madyson, Larissa, Prof. Kléber e Victória
A parceria do Colégio Farias Brito (Sede Sobral) com a comunidade estudantil da cidade de Reriutaba continua dando frutos extraordinários. Na 9ª Edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil - ONHB, a qual envolveu mais de 35.000 estudantes de todo o país distribuídos em equipes formadas por três alunos e um professor monitor, o FB Sobralense está entre os colégios que participarão da finalíssima em Campinas marcada para 19 e 20 de agosto.

Entre as 300 Equipes selecionadas estarão os "Historiadores da Taba", formada pelos reriutabenses Madyson Matheus Sousa Mororó, Larissa Maria da Costa Mourão e Maria Victória de Sousa Oliveira - todos alunos cursando o 2º ano do Ensino Médio. Além da monitoria do Professor Kléber Teixeira, a Equipe contou com a brilhante e imprescindível colaboração dos Professores do FB Geraldo Filho (História e Filosofia) e Hermeson Veras (Interpretação Textual), na orientação das tarefas e debates sobre os diversos documentos históricos abordados nas atividades. 

O colégio estará disponibilizando um calendário com uma nova etapa de aulas preparatórias, com foco especial em questões discursivas no formato aproximado da prova que será aplicada na Unicamp. 

Agora é torcer para que os jovens prodígios da história tragam medalhas de São Paulo!

quinta-feira, junho 15, 2017

O BUCOLISMO DO LEGISLATIVO IPUENSE ESTÁ EM ALTA

Os 13 edis de Ipu, prefeito e vice prefeita/fonte: Ipunoticias
A proposta original da existência do Poder Legislativo adveio do pensamento Iluminista do século XVIII. Para o francês Montesquieu a existência de três poderes seria uma forma de cercear o Absolutismo dos Reis e promover uma maior participação da sociedade nas decisões políticas. Eleitos para um mandato periódico, os parlamentares teriam a função de propôr e rever leis, bem como fiscalizar as ações do Poder Executivo. 

No Ipu o legislativo, historicamente, nunca funcionou com altivez, excetuando alguns espasmos de edis com seus interesses contrariados. Mas nos últimos anos o cenário político, sobretudo após a chegada dos Irmãos Rufino ao poder em 2013, o legislativo ipuense foi deixado em um fosso imensurável onde oposição e situação tem um desempenho que beira a mediocridade.
Até que esperávamos por uma renovação legislativa no último pleito, buscando o bem estar de uma cidade com grande potencial econômico - turístico - cultural, mas que agoniza sem inovações administrativas e há muito tempo perde em relevância para outros municípios da nossa região. Mas o que vimos foi muito pouco, pois o sistema capitalista falou mais alto e, como sempre, impede que cabeças pensantes e independentes dos conchavos políticos, se candidatem e cheguem a ocuparem uma cadeira legislativa.

Comandado pelo terceiro biênio consecutivo por Zeca Rufino, imposto lá por seu irmão Prefeito, o Legislativo ipuense tem sido nesses últimos anos uma espécie de puxadinho da prefeitura. A Mesa Diretora é omissa em projetos que extrapolem as míseras e bucólicas sessões que acontecem as terças, nunca buscando um diálogo com a sociedade, muito menos desenvolvendo projetos que tragam à população para a dentro da casa legislativa. Muito pelo contrário, nos últimos anos, Zeca negligenciou em ver, por exemplo, membros da oposição e seus correligionários sendo ultrajados ou até mesmo sofrendo ameaças físicas por parte dos seus subalternos nas dependências da suposta "casa do povo".

O primeiro semestre 2017 que em breve se finaliza foi marcado por desempenhos pífios por parte de oposição e situação, deixando claro que não podemos esperar nada, a não ser "o mais do mesmo" da maioria dos edis que compõe essa legislatura até 2020.

Na bancada de situação se viu de tudo. Discursos contraditórios como o do Vereador Evaldo sobre a insegurança no Ipu, as pressões verborrágicas ao executivo por parte da Vereadora Arlete que questionou (mas não teve a coragem de acionar o MP ou provocar uma CPI) a lisura na seleção simplificada para a contratação de funcionários temporários, as dezenas de propostas (data base de aumento para quem ganha mais de dois salários na Prefeitura, revisão no regimento da Câmara, cursinho pré-vestibular....) "ao vento" do líder Asarias. Sem esquecer da "independência" do Vereador Elisafran e do beicinho do Vereador Monga que ameaçou deixar a Secretaria de Esportes quando, ao que tudo indica, se viu perdendo espaço para o adesista e desafeto Eduardo Ximenes.

Já na oposição, o que se viu? As vergonhosas cooptações dos Irmãos Rufinos sobre os edis Adriano Melo e Eduardo Ximenes. Postura essa que mostra a incoerência de quem coopta e o desrespeito aos seus eleitores por parte de quem "muda de lado".  Esses edis emplumados diziam que olhavam para o futuro como águias e que até sonhavam em um dia serem prefeitos do Ipu, mas deram ao final um voo de galinha.
Os demais edis que ficaram no grupo oposicionista - dando aqui um desconto a estes devido a ausência de lideranças que os unam e os deem suporte - ficaram no lugar comum, ou seja, reclamações moderadas, indicações mais voltadas para atender  seus redutos eleitorais ou - assim também como fez a bancada de situação - meras tribunas para matérias em blogs e áudios nas rádios locais. Faltou os edis serem incisivos, mais fiscalizadores, mais ativos em suas pesquisas junto ao TCM.

O legislativo segue assim como quer o Prefeito Sergio Rufino: submisso, controlado e complacente com sua letargia administrativa. 

quinta-feira, junho 08, 2017

NÚMERO DE HOMICÍDIOS NO CEARÁ CRESCE 56,1% E BATE RECORDE

Durante os 31 dias de maio último, pelo menos 445 pessoas foram assassinadas no Ceará. Numa comparação com o mesmo período do ano anterior, quando foram 285 vítimas, as ocorrências cresceram 56,1%. A alta representa um novo recorde: foi o maior aumento registrado desde 2013, ano a partir do qual as estatísticas de morte estão disponibilizadas na forma dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), que incluem homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte e latrocínio (roubo seguido de morte), como parte do programa Em Defesa da Vida.
O levantamento preliminar foi feito pelo O POVO, com as informações disponíveis no site da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Até 24 de maio, foram usados números do CVLI diário. Nos dias restantes, foram usados dados do relatório das principais ocorrências atendidas pela SSPDS. Como o total de mortes ainda não foi consolidado pela secretaria, o número pode ser ainda maior.

Maio chegou ao fim como o terceiro mês de alta consecutiva dos homicídios. Dos cinco primeiros meses deste ano, só em fevereiro houve redução nos assassinatos no Ceará, de 9,4%. As mortes também cresceram em janeiro (8%), março (13,3%) e abril (37,6%), que havia registrado o maior aumento nos assassinatos até então. No acumulado do ano, já foram registrados pelo menos 1.798 homicídios no Estado.

Em maio, a média diária de assassinatos chegou a 14, voltando ao patamar de janeiro de 2015, ocasião em que houve 431 assassinatos no Estado. Aquela foi a última vez em que o total de homicídios passou de 400 em apenas um mês no Estado. Ao longo de todo o ano de 2016, essa média havia permanecido abaixo de 10 por dia.

Considerando o primeiro trimestre deste ano, houve crescimento de 4,3% nas ocorrências. Uma alta trimestral também não ocorria desde 2014, quando os assassinatos subiram 8,1%, entre abril e junho.

Procurada pelo O POVO, a SSPDS informou, por meio da assessoria de imprensa, que só irá se manifestar após a consolidação dos números.
Fonte: O Povo

domingo, junho 04, 2017

O QUE HÁ POR TRÁS DOS ESTREBUCHOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE IPU?

O Prefeito Sergio Rufino (PCdoB), sobretudo após a sua reeleição, tem se mostrado uma pessoa de difícil acesso aos vereadores da sua bancada. Essa equidistância do gestor em relação aos seus edis, especialmente quando estes procuram pelo atendimento das suas demandas,  tem feito alguns deles usarem a tribuna da câmara para o velho "morde e assopra" em relação a gestão.

Numa semana o vereador faz cobranças e na outra volta a Tribuna, ou para desfazar o que disse ou com outra pauta totalmente diferente. 

Por que isso acontece? A estratégia é chamar atenção dos Irmãos Rufinos, para que consequentemente na hora da aplicação do "corretivo" por parte do gestor, a conversa saia boa para ambos os lados. 
Depois da Vereadora Arlete Mauriceia ter ido a Tribuna para cobrar da gestão lisura na seleção simplificada para a contratação de funcionários temporários, na semana passada foi vez do Vereador Evaldo Gomes fazer o seu assopra depois de ter mordido a gestão em relação a sua inoperância no combate a violência em Ipu.  Até o Vereador licenciado Monga, como assim noticiou a própria imprensa escrita do grupo Liberdade, tentou imitar seus colegas de casa.

Fica feio esse tipo de postura antagônica desses edis. Resta saber até quando esses momentos de "altivez" serão tolerados por Sergio Rufino? 

sábado, junho 03, 2017

PRISÃO E POSSÍVEL DELAÇÃO DE ASSESSOR DE TEMER COLOCA GOVERNO EM PÂNICO

Depois do turbilhão da delação dos executivos da JBS, o presidente Michel Temer terminou maio em uma situação aparentemente mais confortável (para ele) do que o clima adverso que pairou sobre os dias seguintes à divulgação dos depoimentos. Mas a prisão do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, apontado como um de seus homens de confiança, criou um ambiente perigoso para a continuidade do presidente. 

Loures foi flagrado em abril correndo por uma rua dos Jardins, em São Paulo, carregando uma mala estufada de propinas da JBS — dez mil notas de R$ 50, somando R$ 500 mil em dinheiro vivo. Na semana passada, ele devolveu a mala com R$ 465 mil. Os restantes R$ 35 mil ele depositou dias depois em uma conta judicial.

Ao pedir a prisão preventiva do “homem da mala”, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que Rocha Loures é “homem de total confiança” do presidente Temer. Segundo Janot, o ex-assessor é “um verdadeiro longa manus de Temer” — definição para executor de crime ordenado pelo topo de uma organização criminosa.

Neste sábado, Loures foi preso preventivamente pela Polícia Federal em Brasília. Seus advogados negam que ele irá fazer uma delação premiada. Mas o fato de sua esposa estar grávida de 8 meses pode pesar na decisão do ex-deputado.

A delação pode ser "o fato novo" que tanto Temer e seus aliados temem apara quebrar o clima relativamente favorável a continuidade do governo do PMDB.

quinta-feira, junho 01, 2017

JANOT DEVE ABRIR INQUÉRITO CONTRA CID GOMES NOS PRÓXIMOS DIAS

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deverá sugerir, nos próximos quinze dias, ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), quais providência devem ser tomadas em relação ao ex-governador Cid Gomes (PDT), acusado na delação de Wesley Batista, dono da JBS, de extorquir R$ 20 milhões em propina da empresa em troca da liberação de créditos junto ao Governo do Estado em 2014.

Janot deverá se manifestar sobre a abertura de inquérito, incluindo os foros adequados e as diligências a serem realizadas em relação aos políticos e pessoas sem foro privilegiado citadas na delação dos donos e dos executivos da JBS, além daqueles que já são de inquéritos no STF.
Com informações da coluna Expresso (Época)

FARIAS BRITO, CAMPEÃO DE NOVO NO VESTIBULAR DA UVA


ENEM 2017 TEM MENOS INSCRITOS EM RELAÇÃO A EDIÇÕES ANTERIORES

O número de inscrições confirmadas para o Enem 2017 é o menor desde 2012. Até o momento, o equivalente a 6.135.418 candidatos confirmaram sua participação na prova, que neste ano será aplicada nos dias 5 e 12 de novembro. Do total dos 7.603.290 candidatos, 19,3% (1.467.872) não tiveram o registro confirmado. Isso representa mais do que o dobro do que o contabilizado no ano passado, quando 648.962 não fizeram a confirmação.

O aumento significativo é atribuído sobretudo à mudança nas regras para o registro na isenção do pagamento da taxa de inscrição. Até 2016, a gratuidade era feita por meio da autodeclaração. A partir deste ano, o benefício passou a ser concedido por meio do cruzamento de dados com a base do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário e com o Censo Escolar. Muitos dos candidatos afirmaram que não conseguiram fazer tal confirmação pelo site. Num acordo feito com o Ministério Público Federal, foi concedido o prazo para aqueles que queiram recorrer. O grupo deve enviar novamente documentos que demonstram a existência dos requisitos de gratuidade.
Além do recorde de inscrições não confirmadas, o Enem 2017 apresentou um número total de candidatos expressivamente menor do que o dos últimos anos. Foram contabilizados 7.603.290 candidatos, bem menos do que os 9.276.328 de 2016 e os 8.478.096 de 2015. A redução é em parte fruto das mudanças nas regras da prova. Este ano, o exame perdeu a função de certificação de conclusão do Ensino Médio, o que o tornou menos atrativo. A certificação agora voltará a ser feita pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, que será realizado no segundo semestre.

Do total de inscrições confirmadas, 32,6% são de candidatos que pagaram pela inscrição. Esta é a maior porcentual de pagantes pelo menos desde 2014. Ano passado, por exemplo, do total de inscritos, 23,2% efetuaram o pagamento da inscrição – 9,4 pontos porcentuais a menos do que neste ano. Repetindo a tradição de anos anteriores, mulheres representam a maioria dos candidatos. Dos inscritos neste ano, 58,6% são do grupo feminino. Do total de candidatos, 46,5% são pardos, 12,8% pretos, 35,9% brancos e 2,3% amarelos, 0,6% é indígena e 1,9% não declarou a etnia, raça ou cor.

(Com Estadão Conteúdo)

quarta-feira, maio 31, 2017

QUEM VENCEU A DISPUTA ENTRE ADRIANO MELO E ROGÉRIO PALHANO? "MELHOR PERGUNTAR NO POSTO IPIRANGA !!!"

O radialista Rogério Palhano, assessor de comunicação do Gabinete do Prefeito Sergio Rufino, passou quatro anos fazendo chacota com o Vereador Adriano Melo - quanto este estava no grupo de oposição - nos programas radiofônicos pagos pela Prefeitura de Ipu.
O comunicador quase que diariamente ironizava e atacava Adriano Melo, sempre dizendo que ele não sabia responder nada e chacoteava com a vinheta "melhor perguntar no Posto Ipiranga".

Hoje Adriano Melo, agora cooptado e aliado de Sergio Rufino, além emplacar Sílvio Andrade como Secretário de Desenvolvimento Econômico (Secretaria pleiteada pelo radialista Palhano) e indicar cargos e prestadores de serviço para a pasta, está sendo prestigiado pelo gestor de Ipu e cumprindo ao seu lado uma intensa agenda de eventos oficias na capital cearense (foto acima).

No que resultou nos ataques baixos feitos pelo radialista ao Vereador? "Melhor Perguntar no Posto Ipiranga" ou ao Prefeito Sergio Rufino.

VEREADOR MONGA RECUA E FICA NA SECRETARIA

Foi só um estrebucho. O Vereador licenciado Edivan Peres, o Monga, atual Secretário de Esportes, ameaçou voltar a Câmara Municipal, numa reação a falta de espaço dado a ele dentro da gestão por parte do prefeito, bem como devido a sua insatisfação com o espaço dado a Vereadores de oposição cooptados. 

Sergio Rufino deu um "corretivo" ou teve um "entendimento" com o edil? Resposta, segundo nossas fontes: as duas coisas ao mesmo tempo.

O suplente Alberto Martins segue no legislativo na vaga do secretário que segue na pasta.

CAPITÃO WAGNER DENUNCIA CONTRADIÇÃO DE CID GOMES AO SE LANÇAR AO SENADO COMO HOMEM HONESTO

O deputado estadual Capitão Wagner (PR) criticou, nesta terça-feira (30), na Assembleia Legislativa, a pré-candidatura do ex-governador Cid Gomes (PDT) ao Senado sob pretexto de “apresentar ao povo cearense um nome honesto”. Cid foi acusado, na delação do empresário Wesley Batista, dono da JBS, de extorquir da empresa R$ 20 milhões em 2014 para liberar créditos da empresa junto ao Governo do Estado.

“No momento em que ele [Cid] é apontado como achacador, como alguém que foi lá extorquir uma empresa que tinha direito a receber recursos e cobrou da empresa 20%, R$ 20 milhões, para repassar um dinheiro devido, um dinheiro legal a essa empresa, ele vir me dizer que a candidatura é para apresentar ao povo cearense um nome honesto, um nome que venha a enobrecer a política indo ao Congresso Nacional. Há uma contradição muito grande”.

O parlamentar afirmou ainda que o achaque não teria acontecido apenas com a JBS, “há indícios que isso não aconteceu só com a JBS, não. A mídia nacional anunciou a carona que o então governador Cid Gomes pegou no jatinho do dono da Grendene e foi passar férias numa ilha lá na Europa, que é desse dono da Grendene, que, por coincidência, também recebeu R$ 90 milhões na mesma condição que a JBS”.

“Quando todo mundo imaginava que o Cid não conseguiria mais nos surpreender, a delação [de Wesley Batista, dono da JBS] vem e mostra uma nova modalidade de corrupção, de arrecadação de caixa 2 no País: a concessão de créditos devidos a empresas que se instalam no Estado, que praticam exportação de produtos, com o achaque e o condicionamento de receber o recurso a partir de 20% ser devolvido para os aliados do Governo”.