sexta-feira, fevereiro 05, 2016

Veja - O CARNAVAL DE ESCÂNDALOS DA ERA PT


OUÇA A EDIÇÃO DESTA SEXTA, 5 DE FEVEREIRO

Ao vivo no estúdio da AM 1520 na manhã desta sexta,5, Kleber Teixeira e Hélio Lopes debatem sobre o Carnaval de Ipu 2016. Os radialista também comentaram as definições do grupo de oposição após reunião ocorrida no início dessa semana, a qual contou com a presença dos vereadores de oposição e dos pré-candidatos Diego Carlos e Sávio Pontes. 

Segunda Vitória: VASCO FAZ 3 x 1 NO AMÉRICA PELO CARIOCA

Nenê comemora com Rodrigo o terceiro gol vascaíno
O Vasco até teve dificuldades na noite de ontem, quinta 04-02, mas, comandado por Nenê, superou a boa marcação armada pelo América-RJ, venceu por 3 a 1 em Edson Passos, e a torcida cruz-maltina desfrutará o Carnaval na liderança do Grupo A do Campeonato Carioca. A equipe de Jorginho criou pouco no primeiro tempo, mas saiu na frente com gol de pênalti em cobrança perfeita de Nenê. Na etapa final, mais agressivo, o time de São Januário conseguiu ampliar com um golaço de voleio de Riascos, após passe preciso do camisa 10 cruz-maltino, o nome do jogo. O América ainda diminuiu com Leandro Aguiar, que em seu primeiro lance na partida balançou a rede, mas pouco depois, novamente com assistência de Nenê, Rodrigo fez o terceiro e sepultou as chances do anfitrião.
O público pagante foi de 4.946 torcedores, com 6.052 presentes e R$ 125.920,00 de renda. Com a vitória, o Vasco é líder isolado do Grupo A, com seis pontos. O próximo compromisso da equipe de Jorginho é contra o Volta Redonda, na próxima quarta-feira, às 19h30, em São Januário. O América, por sua vez, é o sexto colocado no Grupo B, com somente um ponto somado em duas rodadas. O próximo jogo será contra o Resende, em Edson Passos, às 17h, também na próxima quarta-feira.
Fonte: Globo.esporte

CUNHA, O "INDERRUBÁVEL"


DILMA X MOSQUITO


quinta-feira, fevereiro 04, 2016

"99,9% Fechado" - RADIALISTA AQUILES SOBRINHO RECEBE PROPOSTA DO GRUPO LIBERDADE

As eleições municipais se aproximam e as movimentações radiofônicas de bastidores se intensificam. O grupo situacionista Liberdade liderado pelo Prefeito Sergio Rufino e irmãos, deverá colar no ar em breve a FM Liberdade (antiga Novo Tempo). O experiente radialista Aquiles Sobrinho, o qual tem históricos de campanhas vitoriosas em Ipu como em 1992, 1996 e 2004, está 99,9% fechado para compor a linha de frente da emissora.
O comunicador está na cidade desde o último final de semana e já organiza sua mudança para o Ipu.
Aquiles tem dito que não quer ser âncora de programa, mas que pretende fazer um trabalho de comentarista político nos programas da FM e, logicamente, fazer a defesa da Administração Municipal.

CAMILO DIZ QUE PACTO DE PAZ DE FACÇÕES CRIMINOSAS NO CEARÁ É "BRINCADEIRA"

O governador Camilo Santana (PT) defendeu que só podem ser “brincadeira” as informações de pacificação entre grupos de criminosos que antes viviam em guerra na disputa de território para o tráfico de drogas em Fortaleza e na Região Metropolitana. O chefe do Executivo afirmou ainda que não há possibilidade de que a redução nos homicídios registrados no último fim de semana, na Capital, esteja relacionada a essas alianças.
“A redução dos homicídios no Ceará tem sido um esforço, devo destacar isso, do comprometimento das forças de Segurança Pública do Estado. Da integração das forças, das estratégias e do fortalecimento das ações”, argumentou. Ele admitiu que o Governo enfrenta deficiências na área da Segurança, assegurou que continuará investindo no setor, ampliando as “ações de Polícia”, mas manteve a posição da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) de não reconhecer os acordos.
“O que nós temos que fazer é combater os criminosos. Traficante, no meu governo, é cadeia! É dessa forma que vamos tratar todos os que querem fazer crimes aqui no Ceará”. As declarações foram dadas na manhã de ontem, durante a abertura oficial dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Estado.
Conforme O POVO publicou ontem, existem relatos de trégua para o tráfico em comunidades de 16 bairros da Grande Fortaleza. Na mesma semana em que os acordos foram disseminados pela Cidade, houve queda nos homicídios na Capital, entre a sexta-feira e domingo últimos, quando a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa registrou quatro ocorrências. 
O número destoa da média de crimes que a DHPP costuma registrar nos fins de semana. Houve queda de 71,4% nos assassinatos, numa comparação com o último fim de semana de janeiro de 2015. Além disso, segundo a própria SSPDS, metade das mortes cometidas no ano passado, no Ceará, se deu nos fins de semana. 
Thiago Paiva/O Povo

Combate a Zika - DILMA VOLTA A TV COM PANELAÇO

A presidente Dilma Rousseff voltou nesta quarta-feira a falar em cadeia nacional de rádio e televisão depois de quase um ano. E novamente foi alvo de um panelaço em várias cidades do Brasil.
Dilma usou o pronunciamento para tratar do surto de zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, também vetor da dengue e da chikungunya. A presidente apelou à população que se mobilize no combate ao mosquito. "Basta que impeçamos o mosquito transmissor de se reproduzir em águas paradas. Se o mosquito não nascer, o vírus Zika não tem como viver", disse. Ela pediu ainda a formação de um "exército de paz e de saúde, com a participação dos 204 milhões de brasileiros e brasileiras".
Para encerar, a petista afirmou que o governo federal fará "tudo, absolutamente tudo" para proteger as mulheres grávidas. "Quero transmitir, agora, uma palavra especial de conforto às mulheres brasileiras, principalmente às mães e às futuras mamães. Faremos tudo, absolutamente tudo, que estiver ao nosso alcance para protegê-las. Faremos tudo, absolutamente tudo, para apoiar as crianças atingidas pela microcefalia e suas famílias", disse. Assim que teve início o discurso da petista, começou o protesto. Imediatamente depois do término do pronunciamento as redes sociais foram encharcadas por vídeos que mostravam o panelaço pelo país.
Fonte: VEJA

quarta-feira, fevereiro 03, 2016

Áudio - FIQUE POR DENTRO DOS FATOS POLÍTICOS DO BRASIL, DO CEARÁ E DE IPU


Estaca Zero: ALIADO DE CUNHA ANULA ABERTURA DE INVESTIGAÇÃO NO CONSELHO DE ÉTICA

A cúpula da Câmara dos Deputados voltou a entrar em campo para blindar o presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no processo de cassação a que responde no Conselho de Ética. Depois de afastar o relator Fausto Pinato (PRB-SP), que pediu investigação contra Cunha, o vice-presidente Waldir Maranhão (PP-MA) agora acatou recurso que leva a ação praticamente à estaca zero, anulando a sessão que deu início às apurações sobre o envolvimento do peemedebista no escândalo de corrupção da Petrobras e se ele mentiu ao dizer que não mantinha contas fora do país.
A ação chegou às mãos de Maranhão por iniciativa de um outro aliado de Cunha, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS). Em dezembro, o parlamentar ingressou com um recurso na Mesa Diretora pedindo a anulação de todos os atos da sessão que deu aval à abertura de um processo contra o peemedebista. O argumento é que não foi concedido um pedido de vista (adiamento), o que é regimental. O comando do conselho negou o pedido porque ele só pode ser aplicado uma vez, e já tinha sido usado enquanto Fausto Pinato, o relator deposto, estava à frente do caso. Em seu lugar, assumiu o deputado Marcos Rogério (PSD-RO), que apresentou parecer também pedindo investigação contra Cunha.
O Conselho de Ética deve se reunir pela primeira vez em 2016 nesta quarta-feira. Diante do imbróglio do recurso, o colegiado deve apenas discutir a medida e aguardar a apresentação do novo relatório do deputado Marcos Rogério. Além da ação que pode levar à cassação de seu mandato, Eduardo Cunha é alvo de um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para que seja afastado do cargo por, entre outros motivos, estar obstruindo as investigações contra ele.
Fonte Veja.com

SAIBA QUAIS SÃO AS PROFISSÕES QUE ESTÃO EM ALTA EM 2016

Apesar da crise, alguns segmentos do mercado continuam oferecendo oportunidades profissionais em 2016, segundo levantamento da Wyser, empresa especializada em recrutamento e seleção para média e alta gerência da multinacional italiana de recursos humanos Gi Group.
As áreas financeira, farmacêutica, agronegócios, comercial, tecnologia da informação continuam requisitando profissionais. Segundo avaliação da Wyser, em 2016, mais do que nunca, as empresas continuarão optando por profissionais resilientes, com capacidade de inovar e encontrar oportunidades de crescimento e, principalmente, gerar rentabilidade aos negócios mesmo com poucos recursos.
No entanto, outros setores mais afetados pela crise, como a construção civil, mineração, indústrias pesada e naval e turismo, os profissionais terão mais dificuldade para encontrar uma oportunidade ao longo do ano. 
Veja profissões resistentes à crise:

Contador - É cada vez maior nas empresas a necessidade de corte de custos, análises contábeis/financeiras, cálculo de rentabilidade do negócio etc. Profissionais com inglês fluente e passagem por consultoria big four (as quatro maiores do mundo) serão bastante demandados.
Atuário - O mercado de seguros, consórcios e previdência privada é um dos que mais crescem no Brasil. Devido a poucos cursos de ciências atuariais no país, profissionais com sólida formação técnica e acadêmica nessa área serão muito demandados nos próximos anos.
Bioquímico/Farmacêutico - O mercado de Healthcare e Life Sciences é outro que vem apresentando crescimento constante no país. Indústrias farmacêuticas, laboratórios de pesquisa avançada e produtos de beleza e higiene pessoal demandam cada vez mais profissionais com essa formação.
Engenheiro Eletricista - Profissionais com essa formação podem atuar em empresas de energia renovável, telecomunicações e projetos de expansão de redes elétricas. Conhecimentos avançados de inglês e alemão são garantias de boas remunerações.
Agrônomo - Não há crise no agronegócio. O Brasil, como celeiro mundial e inovador em pesquisa agrícola fornece boas oportunidades, principalmente nas regiões Centro-Oeste, Triângulo Mineiro e interior de São Paulo.
Advogado - Profissionais especializados na área tributária são requisitados para trabalhos de consultoria, gerando ganhos consideráveis para as empresas. Também há uma grande demanda por profissionais especializados na área societária, de fusões e aquisições.
Engenheiro de Produção - Profissionais com experiência em consultoria de gestão, mapeamento, redesenho de processos e gestão de projetos têm sido necessários para fortes reestruturações nas grandes empresas.
Físico - Com grande capacidade analítica e quantitativa, muitos físicos têm sido contratados por empresas da área financeira, como hedge funds e mercado financeiro em geral.
Analista de Sistemas/Computação - Com crescimento do mercado de tecnologia da informação (TI), profissionais com experiência em programação e habilidades para desenvolver soluções são demandados em quantidade crescente.
Sociólogo - Pessoas com essa formação são cada vez mais utilizadas pelas empresas para pesquisas de mercado, análises quantitativas de clientes e comportamento do consumidor. A área de ciências políticas também demanda analistas de conjuntura nacional e internacional.

PROFISSÕES EM BAIXA
Engenheiro Mecânico - Há uma forte crise no Brasil no setor metal-mecânico. Além disso, o mercado de automação e mecatrônica também não apresenta forte crescimento.
Geofísico - A carreira está em baixa devido à falta de novos projetos de infraestrutura e mineração no país.
Jornalista - Com as rápidas mudanças na mídia e no setor editorial mundial, muitas reestruturações têm ocorrido, com consequente corte de pessoal.
Engenheiro Civil - As crises no cenário político econômico praticamente interromperam novos projetos de infraestrutura e construção no Brasil. Muitos profissionais que escolheram a carreira devido ao boom dos anos anteriores estão desempregados. Além disso, há excesso de oferta de mão de obra no mercado.
Engenheiro de Petróleo - Forte crise de confiança no governo, entraves políticos e falência de grandes players do setor afetaram a indústria de petróleo. É uma das carreiras que mais sente a queda do mercado.
Turismólogo - Antes chamado de "profissional do futuro", o turismólogo tem sido preterido por candidatos com formação em administração. Um MBA ou pós-graduação em gestão pode ser o diferencial para cargos de gerência em grandes redes internacionais.
Engenheiro Metalúrgico - A desaceleração do crescimento da economia mundial, aliada à concorrência chinesa, tem causado forte crise na área. Empresas de metalurgia, siderurgia e refratários possuem perspectiva de fortes cortes de pessoal.
Geólogo - A crise no setor de mineração é uma das maiores do país. Dificuldades com o marco regulatório, queda de preços do minério e problemas ambientais têm causado uma quase paralisia nos investimentos.
Engenheiro Naval - A crise no setor de óleo e gás, aliada aos escândalos de corrupção nos grandes consórcios e estaleiros, praticamente estagnou a encomenda de embarcações de grande porte. Como alternativa à baixa demanda por profissionais, um mercado recomendado para esses profissionais é o de consultoria de gestão.
Engenharia Ambiental - A queda no número de projetos de obras públicas e de mineração está contribuindo na queda da demanda por projetos de licenciamento ambiental. Recentes acontecimentos, como desastre ambiental e crise hídrica, podem voltar a aquecer a necessidade de profissionais com essa formação.
fonte: G1

terça-feira, fevereiro 02, 2016

DILMA PEDE PARCERIA AO CONGRESSO, DEFENDE A CPMF E É VAIADA

O Congresso começou oficialmente o ano de 2016 nesta terça-feira, em cerimônia que contou com a presença da presidente Dilma Rousseff. Em seu discurso, a petista pediu uma parceria com o Legislativo em prol da retomada do crescimento econômico brasileiro. E foi vaiada repetidas vezes ao defender a recriação da CPMF. Falando na sequência, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB0-RJ) apressou-se em mandar um recado ao Planalto: "Não há consenso de que o aumento da carga tributária seja a solução para a crise". Já o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) mostrou que no ano novo mantém seu papel de fiador do governo. Ele pediu que projetos pessoais sejam deixados de lado em busca de união.
Ainda que tenha chegado a interromper sua fala por causa das vaias, Dilma afirmou na saída do Congresso que achou a receptividade dos parlamentares "ótima". Ela também afirmou que tinha "obrigação absoluta de estar ali". Esta contudo, foi a primeira vez em cinco anos que Dilma participou da cerimônia. A presidente voltou a afirmar que a CPMF é a "melhor solução" em favor do Brasil. "Para nós,a CPMF é provisória. Aqueles que são contrários afirmam que a carga tributária tem crescido. O que se verifica é que a arrecadação federal de impostos e contribuição não previdenciária tem caído ao longo dos últimos anos. A parcela que cresceu foi a das contribuições para a Previdência Social", afirmou Dilma.
A Previdência, aliás, foi outro assunto de destaque no discurso da presidente. "Vamos elaborar uma proposta exequível e justa que aprimore as regras de aposentadoria por idade e por tempo de contribuição. A proposta terá como premissas o respeito aos direitos adquiridos e levará em consideração a expectativa de direitos", afirmou. "Não queremos e não vamos retirar direitos dos brasileiros. A reforma da Previdência é uma questão do Estado brasileiro,pois melhorará a sustentação fiscal no médio e no longo prazo", prosseguiu.
Publicidade

Também sobre a crise financeira, Dilma falou em "fixação de um limite global do gasto primário do governo". "Espero ao longo deste ano contar com a parceria do Congresso Nacional para fazer o Brasil alcançar patamares mais altos de Justiça. O crescimento duradouro da economia depende da expansão do investimento público e privado. Queremos construir uma agenda priorizando as medidas que vão permitir a transição do ajuste fiscal para a reforma fiscal", disse a presidente.
Para além da economia, o discurso de Dilma teve em foco outra grave crise que acomete o país, desta vez na saúde pública. "Todo governo está engajado no enfrentamento desta emergência. Não faltarão recursos para que possamos reverter a epidemia do vírus zika", disse a petista. "Iniciamos uma campanha nacional de mobilização contra o aedes aegypti. Agora, faremos a 1ª grande operação que ocorrerá em 13 de fevereiro", afirmou.
Na sequência, falaram os presidente da Câmara e do Senado. Eduardo Cunha iniciou o discurso com um balanço de 2015, o primeiro em que esteve à frente da Câmara. Ele destaca que o desafio deste período foi tornar a Casa independente e afirma que foram votados, em um ano, 1.114 matérias. "Essa Casa legislativa cumpriu seu papel de não apenas legislar propostas do Executivo, mas tratar com mesma relevância os temas importantes para a sociedade".
Responsável por dar aval ao processo de impeachment contra a presidente Dilma, Eduardo Cunha classificou o ano de 2015 como difícil e disse que os embates políticos da Casa seguiram as divisões políticas do Brasil. Para ele, o acirramento dos debates foi motivado pelas dificuldades econômicas, pela recessão e pela queda da arrecadação de todos os entes federados. O peemedebista é duro opositor à recriação da CPMF. Apesar disso, ele destaca que a Casa não se furtará em examinar qualquer proposta do Executivo para ajudar o país a recuperar a economia. "Estaremos sempre à disposição para uma solução que minimize os efeitos danosos a essa grave crise do Brasil", disse.
Último a falar, Renan afirmou na largada: "Se 2015 foi o ano que não começou e nem terminou, conclamo o Parlamento brasileiro para que tenhamos em 2016 um ano que tenha inicio meio e fim". O senador disse que é preciso minimizar os debates sobre de quem é a responsabilidade da crise.
O peemedebista afirmou que o Senado vai apreciar a regulamentação da terceirização. "É importante regulamentar o trabalho de 13 milhões de brasileiros terceirizados", disse. O presidente do Senado também afirmou que o Legislativo precisa debater a independência do Banco Central. "A extinção do mandato para presidente do Banco Central foi o primeiro ato da ditadura militar". Renan Calheiros afirma que o Congresso vai promulgar após o Crnaval a janela da migração partidária por tempo limitado. "A fragmentação e a facilidade para criar legendas dificulta a formação de maiorias e é fonte recorrente de crise", criticou. Ao encerrar, Renan afirmou: "Não seremos habitantes da fracassolândia".
Fonte: Veja.com

Sobral: RAFAEL ARRUDA, JORDÃO E JUNCO, RECEBEM COMITIVA DO PRB

No último sábado, 30, o presidente do Partido Republicano Brasileiro (PRB) em Sobral, Daniel Rodrigues, seguiu uma intensa agenda passando pelos distritos de Rafael Arruda, Jordão e o pelo bairro Junco, na sede de Sobral. 
Daniel Rodrigues participou da comemoração do aniversário do pré-candidato a vereador, Franzé Goió (PRP), no distrito de Rafael Arruda, onde firmou o compromisso de continuar os trabalhos com foco na mudança. “Nosso trabalho e nossa responsabilidade só aumentam a cada dia. Estamos visitando todos os distritos de Sobral, sempre buscando conhecer os problemas e traçando políticas de melhorias para a região”, ressaltou. 
A agenda continuou à tarde com a participação em uma festa pré-carnavalesca, no bairro Junco, organizada pelo pré-candidato a vereador Zé Vital (PTN).
À noite, a comitiva do presidente do PRB seguiu para o distrito de Jordão, onde esteve acompanhado do pré-candidato a vereador Johnson e juntos participaram da inauguração da Fitness Academia, de propriedade do professor Daniel do Jordão.  Na oportunidade, Daniel Rodrigues parabenizou o jovem empreendedor e destacou a importância de se acreditar em um sonho e principalmente de se investir nele. “Toda grande caminhada começa com um simples passo, por isso se você acredita num futuro melhor, comece a fazer um pouquinho a cada dia. Sempre estivemos e estaremos dispostos a ajudar a todas as pessoas que queiram fazer o bem e que queira melhorar a vida de outras pessoas, numa corrente de forças que só tende a se fortalecer”, finalizou.

Áudio - EDIÇÃO DE HOJE DO QUADRO NOS BASTIDORES DA POLÍTICA

Na edição de hoje, terça 2, no Informativo da AM 1520 de Ipu, Kleber Teixeira e Hélio Lopes comentam a buraqueira na CE-187 (trecho Ipu-Varjota) ocasionada pelas primeiras chuvas. Na política local, Kléber alerta sobre a falta de uma ação mais forte do poder municipal no combate ao Zika Virus e prevenção da dengue.
Os comunicadores também debatem sobre a não saída de Elisafran Carneiro do comando do Saae de Ipu.

segunda-feira, fevereiro 01, 2016

CONGRESSO ABRE 2016: UM ANO CURTO, MAS EXPLOSIVO

Depois de 45 dias de recesso, deputados e senadores retomam os trabalhos nesta segunda-feira com o sentimento de que 2015 não terminou. As questões que o Parlamento deixou pendentes no ano passado estão de volta, somadas à situação econômica cada vez mais grave e aos esforços do governo para aplacar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Há também, é claro, o fator Lava Jato, que alimenta a guerra por sobreviência no Congresso. Ano de eleições e Olimpíada, contudo, 2016 promete ser curto para os parlamentares. Resta saber se o Congresso está disposto a dedicar tempo de fato à solução dos problemas do país.
A herança de 2015 preocupa o governo. O ano foi marcado pela vitória acachapante de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na corrida pela presidência da Câmara. O desafeto do Planalto impôs derrotas em série à gestão Dilma. O governo até passou a respirar com mais tranquilidade depois da derrocada de Cunha, atingido em cheio pela Lava Jato, mas ainda teme que o deputado que deu aval ao impeachment da presidente ganhe sobrevida até o fim de 2016 - e continue causando dor de cabeça. A esperança, então, está no inconstante presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que no ano passado chegou a desafiar o Planalto em matérias ligadas ao ajuste fiscal.
A pauta que vai dominar a reabertura dos trabalhos é a ação contra Dilma Rousseff. Na Câmara, nada avançará até que o Supremo Tribunal Federal (STF) se manifeste sobre os embargos de Cunha sobre o rito do impeachment, o que mantém a fragilidade do governo por prazo indefinido. O Senado, por outro lado, deve se debruçar na análise da prestação de contas do governo de 2014, rejeitadas em unanimidade pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por causa das chamadas pedaladas fiscais, que infringem a lei de responsabilidade fiscal. Se os senadores seguirem o entendimento da corte, a situação da petista ficará ainda mais insustentável. A Casa, no entanto, tem ambiente mais favorável ao Planalto.
Publicidade

Enquanto luta para salvar o próprio mandato, o governo também articula com os congressistas a aprovação de um pacote impopular de medidas para tirar a economia do atoleiro. A principal delas é a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), o imposto do cheque, considerado vital para evitar o aprofundamento da crise. A medida encontra dura resistência entre os parlamentares. "Sem chance de passar", resume o presidente da Câmara, Eduardo Cunha. Sobre as demais medidas econômicas, ele pondera que "pautas complexas dependem muito mais do governo ter base do que qualquer outra coisa". "Ao governo nunca foi negado apreciar qualquer pauta. Quando não conseguiu, foi porque faltou voto", acrescentou o peemedebista. "O problema é a falta de credibilidade. A crise que está aí tem um nome: Dilma Rousseff, que é a grande responsável pelo descontrole das finanças no país. Ela não tem autoridade moral nenhuma para exigir mais um sacrifício da nação", afirmou o líder do PPS, Rubens Bueno (PR).
A situação de Cunha tampouco é confortável. Na corda bamba, o presidente da Câmara tenta se sustentar no cargo a todo custo. Investigado no esquema de corrupção da Petrobras, ele é alvo de pedido de afastamento apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e responde a processo de cassação no Conselho de Ética. A aliados, demonstra a segurança de permanecer no cargo.
Fonte Veja.com

ACONTECEU NESTE SÁBADO (30) A 17ª EDIÇÃO DO CARNAVAL DA SAUDADE

O Carnaval da Saudade em Ipu , dando sequência a tradição está em sua 17ª edição, uma realização dos “Foliões da Saudade” que todos os anos inovam nas alegorias e na organização deste carnaval. 
O tradicional Carnaval da Saudade  aconteceu na noite do último sábado (30 de janeiro), nos salões da AABB de Ipu e foi animado pela banda Dragões de Piripiri que tocou as músicas temas dos antigos blocos carnavalescos da cidade.

domingo, janeiro 31, 2016

MINISTÉRIO PÚBLICO INTIMA LULA A DEPOR SOBRE TRIPLEX COMO INVESTIGADO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua mulher, Marisa Letícia, foram intimados pelo Ministério Público de São Paulo a depor sobre o tríplex no condomínio Solaris, em Guarujá (SP), na condição de investigados. Também foram chamados o dono da OAS, Léo Pinheiro -preso na Operação Lava Jato-, e o engenheiro da empreiteira Igor Pontes, que teria participado de uma reforma no imóvel. O depoimento do ex-presidente foi marcado para o dia 17 de fevereiro, e o pedido foi feito pelo promotor Cássio Conserino, que diz haver indícios de que os investigados tentaram esconder a real identidade do apartamento, situação que configuraria crime de lavagem de dinheiro. O promotor afirmou que irá oferecer denúncia à Justiça contra o ex-presidente, informação publicada pela revista “Veja” no último fim de semana.

Em seu despacho sobre a operação, o juiz federal Sergio Moro afirma haver a suspeita de que a empreiteira OAS “teria utilizado o empreendimento imobiliário no Guarujá para repasse disfarçado de propina a agentes envolvidos no esquema criminoso da Petrobras”.
Outro imóvel ligado a Lula, um sítio em Atibaia que está em nome de sócios de um filho do petista, também está sendo investigado. A Folha de S.Paulo revelou nesta sexta (29) que outra empreiteira, a Odebrecht, realizou uma reforma no local.
Lula e a equipe de advogados dele se reuniram na última sexta (29) para traçar estratégia de defesa.
Fonte: Folha Press

4 x 1 - VASCO ESTREIA E ATROPELA MADUREIRA NO CARIOCA 2016

O Vasco não deu sinais de estar sem ritmo de jogo neste domingo (31), na estreia no Campeonato Carioca. Em São Januário, a equipe cruzmaltina goleou o Madureira por 4 a 1, com gols de Riascos (duas vezes), Andrezinho e Nenê - Daniel descontou para os visitantes.
Com o resultado, o Vasco somou três pontos e assumiu a liderança do Grupo A do Estadual, por ter melhor saldo de gols que a Portuguesa-RJ. Já o Madureira foi para a lanterna do Grupo B.
O próximo desafio do Vasco será na quinta-feira, pela segunda rodada do Campeonato Carioca, contra o América, fora de casa. A partida começará às 19h30 (de Brasília). No mesmo horário, só que no dia anterior, o Madureira recebe a Cabofriense.

FICHA TÉCNICA
VASCO 4 X 1 MADUREIRA
Data e horário: 31 de janeiro de 2016, às 17h (de Brasília)
Local: São Januário
Público: 8.892 (7.905 pagantes)
Renda: R$ 246.375,00Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Corrêa e Thiago Henrique Farinha
Cartões amarelos: Riascos (Vasco); Daniel, Éverton, Jorge Fellipe, Ernani (Madureira)
Gols: Riascos, aos 8min do primeiro tempo e aos 46min do segundo tempo, Andrezinho, aos 8min, e Nenê, aos 37min do segundo tempo (Vasco); Daniel, aos 16min do primeiro tempo (Madureira)

Vasco: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Luan, Julio Cesar (Bruno Gallo); Julio dos Santos, Andrezinho, Mateus Pet (Yago Pikachu), Nenê; Riascos e Jorge Henrique (Eder Luis)
Técnico: Jorginho

Madureira: Rafael, Formiga, Daniel, Jorge Fellipe, Ernani; Éverton, Ryan (Carlos Júnior), Geovane Maranhão, Arthur Faria, Leandro Chaves; João Carlos (Gerley)
Técnico: Alfredo Sampaio
Fonte: Uol.com

Fortaleza: PT REFORÇA EM CONFERÊNCIA CANDIDATURA PRÓPRIA

A Conferência Eleitoral do PT Ceará, realizada neste sábado, 30, no Hotel Praia Centro, reforçou a tese de candidatura própria em Fortaleza em 2016. Após discursos enfáticos pela união partidária e pelo lançamento de candidaturas em maior número possível no Estado, o PT deu início oficialmente aos acertos eleitorais.
Na Capital, o partido tenta se equilibrar entre o interesse da militância em ter candidato próprio e do governador Camilo Santana (PT) em apoiar o prefeito Roberto Cláudio (PDT). Apesar de aliado do chefe do Executivo, o atual prefeito derrotou o PT nas eleições municipais de 2012.

O deputado federal José Guimarães (PT) foi um dos principais nomes da sigla a defender a candidatura em Fortaleza. Ele pediu que fossem evitadas disputas internas dentro do PT e pontuou que a coalizão partidária não pode interferir nos interesses do partido. “Assim como é legítimo o PDT, o PSD, terem candidatura em outras cidades, também é legítimo o PT de Fortaleza querer ter seu candidato”, defendeu Guimarães.

O governador não participou do evento, segundo o deputado, devido ao aniversário da primeira-dama, Onélia Leite. Em recado à militância, Camilo reafirmou apoio ao PT nas disputas eleitorais.

Ajustes
A ex-prefeita da Capital e deputada federal, Luizianne Lins (PT), um dos nomes mais cotados para disputar o pleito, reafirmou a defesa pela candidatura própria. “Estamos aqui para evitar que oportunistas venham para o nosso partido só para nos usar e ganhar eleições”, disse, em discurso para os militantes. 
A Conferência Eleitoral dá início oficialmente aos ajustes do partido para 2016. As próximas discussões devem definir alianças partidárias e nomes que devem encabeçar os pleitos. Em Fortaleza, o próximo passo deve ser o diálogo com o governador Camilo Santana para orientar os acertos nos municípios, principalmente em Fortaleza. (Jéssica Welma - jessicawelma@opovo.com.br)
Fonte: O Povo.com

sábado, janeiro 30, 2016

SOMENTE 6 DOS 17 CURSOS DE DIREITO DO CEARÁ SÃO CERTIFICADOS PELA OAB

O ensino jurídico do Ceará merece atenção. Apenas seis cursos de Direito do estado foram certificados com selo de qualidade da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O selo “OAB Recomenda” é entregue a cada três anos pela OAB Nacional e leva em conta a aprovação de alunos no Exame de Ordem e o desempenho no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes).

No Ceará, receberam o selo somente a Universidade Regional do Cariri (Urca), o Centro Universitário Christus, a Faculdade Farias Brito, a Faculdade Sete de Setembro (FA7), a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA). 
Os critérios para concessão do selo de qualidade são objetivos: ter ao menos 20 alunos participantes de três edições do Exame de Ordem Unificado, com peso 4 na avaliação, e também do Enade, com peso 1. As faculdades com nota acima de 7, em escala de 0 a 10, recebem o selo.

Para o diretor-executivo da Escola Superior de Advocacia do Estado do Ceará da OAB, Marcell Feitosa, o problema é nacional. “No Brasil, temos 1.200 entidades de ensino jurídico. É um número bastante elevado se compararmos aos outros países. Os Estados Unidos, por exemplo, têm 232 faculdades. O Brasil sozinho tem mais cursos de Direito que todo o resto do mundo junto. Já o Ceará possui, pelo menos, 17 instituições de ensino jurídico”, indica.
O crescimento desenfreado do número de cursos de Direito acaba prejudicando a qualidade do ensino no estado. “A gente precisa ter cuidado com essa proliferação. Temos um número elevado de estudantes, mas é preciso ter qualidade, preocupação com a grade curricular e remuneração para os professores, isso afeta diretamente no ensino”.

Carência
Segundo o diretor-executivo, a maior carência percebida no mercado de trabalho é de profissionais com prática jurídica. “Muitos estudantes não reconhecem a necessidade de fazer um estágio, ter uma experiência maior, e entram no mercado de trabalho muito ‘crus”.

Na tentativa de minimizar os problemas encontrados nos advogados recém-formados, a OAB disponibiliza cursos na Escola Superior de Advocacia do Estado do Ceará (ESA) desde 1988. “É algo eminentemente prático. A gente foge um pouco da teoria e foca na prática”.

São ofertados mais de 300 cursos por ano, presenciais e à distância, de inglês, informática, oratória, pós-graduação e até discussões de casos. Há aulas de curta e longa duração, todas com foco na atualização juridical. “É um braço educacional da OAB. Eles são ofertados para estudantes, advogados e público em geral. Para participar, não é necessário nenhum pagamento de anuidade, mas há cursos gratuitos e outros pagos”, explica.

Brasil
A OAB Nacional entregou o selo de qualidade em janeiro a 139 faculdades e cursos de direito de todo o Brasil. O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado, afirmou que o selo não vai contra as faculdades que não o recebem, sendo um estímulo para que todas um dia possam recebê-lo.
“Não agrada à OAB ter apenas 139 cursos merecedores. Queremos que mais cursos possam chegar a esse padrão”, disse, relembrando o pacto firmado entre a instituição e o Ministério da Educação para o congelamento da criação de cursos e novas vagas em direito de faculdades que não possuem qualidade, assim como a criação de um novo marco regulatório para a área, que deve ser aprovado em breve.

“O Brasil sozinho tem mais cursos de Direito que todo o resto do mundo. Já o Ceará possui, pelo menos, 17 instituições de ensino jurídico” (Marcell Feitosa)
Fonte: Tribuna.Uol.com

MEC RESERVA R$18,7 BILHÕES EM CONTRATOS DO FIES 2016

O Ministério da Educação (MEC) prevê investir R$ 18,7 bilhões em contratos do Financiamento Estudantil (Fies) neste ano. No ano passado, o governo utilizou R$ 17,8 bilhões para este fim. As inscrições para o processo seletivo do primeiro semestre de 2016 terminaram ás 23h59 de sexta-feira (29). Mais de meio milhão de pessoas se inscreveram.

Na primeira edição do ano, o MEC vai oferecer 250.279 contratos. Em 2015, foram cerca de 311 mil nas duas edições.
O Fies é uma das três principais iniciativas do governo federal na gestão do ensino superior. Enquanto o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) seleciona para vagas em universidades públicas e o Prouni (Programa Universidade para Todos) concede bolsas em instituições particulares, o Fies oferece contratos de financiamento com foco em alunos de baixa renda.

HISTÓRIA DO FIES
O Fies foi criado em 1999 no Governo FHC, quando foram destinados R$ 141 milhões para financiar o curso superior de alunos de baixa renda. No ano seguinte, em 2000, o gasto do governo subiu para R$ 854 milhões. Em 2008, os contratos de financiamento estudantis já ultrapassavam a casa de R$ 1,1 bilhões.
No ano passado, o MEC anunciou mudanças nas regras do financiamento alegando que gastos com o programa foram multiplicados. Entre 2010 e 2014, segundo o MEC, o número de novos contratos cresceu quase dez vezes, de 76,2 mil para 731,3 mil. Os gastos subiram de R$ 1,7 bilhões para R$ 12,2 bilhões em quatro anos.

A partir de agora somente poderá se inscrever o estudante que tenha feito o Enem a partir da edição de 2010 e obtido média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota na redação superior a zero, além de possuir renda familiar mensal bruta per capita de até dois salários mínimos e meio.

PRIORIDADE DO FIES 2016
Na atual edição, 65,4% dos contratos serão oferecidos para alunos de cursos com conceitos 4 e 5 nas avaliações do MEC. Além disso, três áreas consideradas prioritárias pelo MEC responderão por 63% dos contratos: as chamadas "engenharias" terão 34.557 vagas; "formação de professores", 47.115; e saúde, 76.092. As demais áreas terão 92.515 vagas.
O MEC ainda destacou que 47% das vagas nos cursos superiores serão ofertadas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, enquanto a Sudeste terá 41%.
Fonte G1

ZIKA VÍRUS CAUSA PREOCUPAÇÃO TAMBÉM FORA DO BRASIL

O presidente americano Barack Obama convocou reuniões de emergência na Casa Branca, em Washington, e, do lado de lá do oceano, tirando do sério outro senhor do mundo, o russo Vladimir Putin. "E agora nos vem uma porcaria da América Latina", disse Putin depois de ser informado sobre o potencial de destruição dos vírus transportados pelo mosquito Aedes aegypti. Obama exigiu de seus sábios a produção imediata de uma vacina contra o zika, o vírus mais temido transmitido pelo Aedes aegypti. Ouviu deles que, na melhor das hipóteses, uma vacina contra o zika levará três anos para estar em condições de ser usada em larga escala.

A semana culminou com um alerta da chinesa Margaret Chan, diretora-geral da Organização Mun­dial da Saúde (OMS): "O explosivo avanço do zika vírus é motivo de preocupação, especialmente diante do possível elo entre a infecção durante a gravidez e o nascimento de bebês com microcefalia". Os governos de El Salvador, Colômbia, Jamaica, República Dominicana e Equador recomendaram às mulheres evitar engravidar até 2018. Marcelo Castro, ministro da Saúde do Brasil, foi bombardeado por se sair com sugestão semelhante há algumas semanas. Disse ele: "Torço para que as mulheres peguem zika antes da idade fértil". Uma vez contaminado pelo zika, o organismo é imunizado contra novas infecções. É uma vacina natural. Como reconheceu a presidente Dilma Rousseff: "Estamos perdendo a luta contra o mosquito".

Antes da vitória final, é provável que o mosquito possa saborear alguns triunfos localizados. Na mira do Aedes aegypti está a Olimpíada do Rio de Janeiro. Seus organizadores, sem outra iniciativa mais efetiva, estão fazendo barricadas atrás da retórica, lembrando que os Jogos serão realizados em agosto, inverno no Brasil, quando o clima mais seco e menos quente inibe a presença do mosquito. VEJA.com teve acesso com exclusividade ao memorando do Comitê Olímpico Internacional (COI), distribuído às confederações nacionais, em que reafirma a adequação do Rio de Janeiro para sediar os Jogos, desde que os visitantes usem "camisa de mangas compridas e calça", especialmente nos períodos da manhã e da tarde. Para os atletas, essa recomendação é inviável e, portanto, inútil. Para quem vai apenas assistir às provas e aos jogos, é possível segui-la, ainda que com grande desconforto. 
A mortalidade do zika vírus é pequena. Ele só mata pessoas infectadas que já estiverem bastante debilitadas por outras moléstias graves.Por que então o mundo está em guerra total contra o mosquito que o transmite? A resposta é encontrada na correlação existente entre a infecção pelo zika e o nascimento de bebês com sérios defeitos, principalmente a microcefalia, a atrofia cerebral. Do ponto de vista rigorosamente científico, não existem evidências irrefutáveis de que o zika vírus tenha sido a causa única de ocorrências de microcefalia, mesmo quando sua presença foi detectada ao mesmo tempo na gestante e no feto. Tanto a infecção pelo zika quanto a microcefalia são fenômenos imensamente variáveis. A infecção pelo zika em uma mulher grávida pode provocar as esperadas manchas vermelhas na pele, febre baixa e dor de cabeça e, mesmo assim, ser branda, sem produzir danos neurológicos no bebê em gestação. Em casos assintomáticos, mesmo que a própria gestante não saiba que foi infectada pelo mosquito, o zika pode atuar agressivamente no processo de gestação. A microcefalia, por sua vez, é uma condição com inúmeras causas e sintomas. Ela pode ser motivada por problemas genéticos, por uso de drogas ou álcool pela gestante, por exposição a substâncias químicas como o mercúrio, por outras infecções (rubéola, citomegalovírus, varicela) e até por uma dieta pobre em nutrientes e vitaminas durante a gravidez. A microcefalia pode ser fatal para o recém-nascido, pode impedir definitivamente o desenvolvimento cerebral ou apenas atrasá-lo. 
Fonte Veja.com.br