terça-feira, setembro 01, 2015

VITOR VALIM NEGA SAÍDA DO PMDB

O deputado federal Vitor Valim classificou como manobra dos Ferreira Gomes e tentativa de fragilizar o PMDB no Ceará, atingindo o senador Eunício Oliveira, o anuncio da saída de parlamentares do PMDB cearense. 
Valim admitiu que recebeu convites para mudar de partido, mas que uma decisão está literalmente condicionada a conversas com Eunício, considerado por ele como sua "referência política". 
"Agora eu vejo manobra por parte dos Ferreira Gomes e do Governo de querer fragilizar o PMDB na pessoa do senador Eunício Oliveira", ressaltou.
Fonte: Cearanews7.com

Eunício Oliveira - JANELA PARTIDÁRIA SERÁ BARRADA NO SENADO

O presidente da Executiva Regional do PMDB, Eunício Oliveira, disse, nesta segunda-feira (31/08), em entrevista ao Jornal Alerta Geral (FM 104.3 – Expresso Som Grnade Fortaleza + 20 emissoras no Interior), que o Senado não aprovará a janela partidária, o que permitiria a atuais vereadores, deputados estaduais e deputados federais trocarem de partido sem ameaça de perda de mandatos. Eunício condenou os chamados predadores de partidos que, às vésperas de anos eleitorais, trocam de siglas.
Sem a janela, porém, os parlamentares poderão ter mandatos questionados pelo Ministério Público Eleitoral e pelos próprios suplentes. Eunício garantiu que o PMDB não irá pedir na Justiça o mandato dos parlamentares eleitos em 2012 e 2014, mas os suplentes interessados diretamente poderão fazê-lo. ‘’Eu jamais vou tomar mandato de alguém’’, afirmou o peemedebista.

Na entrevista aos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, o senador Eunício Oliveira disse desconhecer a saída dos deputados federais Danilo Forte e Victor Valim. Revelou ter recebido com surpresas a notícia sobre o possível desligamento de Danilo Forte e quanto a Victor Valim disse que há poucos dias esteve com o parlamentar e nada sobre mudança partidária entrou na conversa.
Eunício disse, ainda, que Victor é um potencial candidato à Prefeitura de Fortaleza e não afirmou não saber a origem dessas especulações. 
Fonte: CearaAgora.com

DILMA PEDE AJUDA A LÍDERES PARTIDÁRIOS PARA APROVAR ORÇAMENTO COM DÉFICIT

Depois de apresentar a proposta de Orçamento para 2016 com previsão de déficit de 30,5 bilhões de reais, a presidente Dilma Rousseff se reuniu na noite desta segunda-feira com líderes da base aliada na Câmara para pedir apoio ao projeto orçamentário e ajuda na busca por saídas para o rombo nas contas públicas. Dilma também mostrou disposição em ir ao Congresso para defender a proposta, mas a data da visita ainda não foi marcada.
No encontro no Palácio do Planalto, a presidente fez um apelo para que os deputados não aprovem medidas que causem mais despesas para o governo e disse que está aberta a sugestões do Congresso para aumentar as receitas da União. Dilma também pediu que os vetos presidenciais ao fator previdenciário e ao reajuste ao Judiciário sejam mantidos. O governo pensava em evitar o rombo com a recriação da CPMF, mas desistiu da empreitada desastrada diante da forte rejeição de parlamentares e empresários no fim da semana passada.
Depois da reunião, o líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), elogiou o que chamou de transparência da proposta orçamentária e disse que o projeto deve ser aprovado no Congresso. 
A opção de dividir com deputados e senadores os danos políticos do Orçamento deficitário foi decidida na reunião da coordenação política do governo na manhã de segunda, quando houve a defesa da mobilização do Legislativo para promover uma espécie de "reforma estrutural emergencial" para tentar encontrar recursos para melhorar as contas públicas. Ao entregar a proposta, o ministro do Planejamento Nelson Barbosa citou a importância do Congresso na busca de uma saída para a crise.
Após receber a proposta do Orçamento para 2016, o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) falou em "mudança de atitude do governo" ao apresentar um projeto "mais realista". O peemedebista, que nas últimas semanas voltou a estender a mão ao Planalto ao se tornar fiador de uma agenda anticrise, disse que é preciso "fazer o dever de casa". "O Congresso vai fazer o que for possível para fazermos a reforma do Estado para cortarmos despesas e melhorarmos o ambiente de negócios e de investimento", afirmou.
(Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

segunda-feira, agosto 31, 2015

C.P.I. SOBRE FRAUDES EM CONCURSO MUNICIPAL SERÁ DEFINIDA EM REUNIÃO

Tião Rufino (chefe de Gabinete) e Sergio Rufino devem orientar abertura de C.P.I

Informações vindas de dentro do Grupo Liberdade dão conta que o Prefeito Sergio Rufino deverá se reunir com sua bancada de Vereadores e assessores na quarta feira próxima. 
Na ocasião será definida a estratégia para a Abertura de uma C.P.I. que deverá apurar fraudes no resultado do concurso que foi realizado no ano de 2010 na gestão do Prefeito Sávio Pontes. A investigação via legislativo tem sido enfatizada pela imprensa do Prefeito no meio radiofônico. Um membro dos escalões da Prefeitura nos confirmou que Rufino também deverá ir ao rádio.
Acredita-se que o grande impasse dentro do Grupo Liberdade está se paralelamente o Ministério Público também será acionado, pois isso acarretaria uma possível anulação do concurso já que a maior parte dos 800 funcionários empossados ainda não completaram os cinco anos (prazo que ajustiça dificilmente não poderá mais revogar) de empossamento na função.

APÓS SAÍDA DE DANILO, PMDB PERDERÁ VICTOR VALIM

O deputado federal Victor Valim se articulou, nesta semana, em Brasília, para se desligar do PMDB e se transferir para uma sigla que o lance candidato à Prefeitura de Fortaleza nas eleições de 2016. Se confirmada a desfiliação, Victor será a segunda baixa do PMDB em menos 30 dias – a primeira, confirmada, é do deputado federal Danilo Forte que anunciou a sua entrada no PSB. Danilo está no segundo mandato e, no ano passado, foi o mais votado do PMDB, com 180.157 votos, enquanto Victor, em terceiro lugar, recebeu 92.499 votos.
Com a saída de Danilo e Victor, o PMDB do Ceará ficará apenas com o deputado federal Anibal Ferreira Gomes que exerce, atualmente, o quinto mandato consecutivo. Anibal que, em 2014, foi reeleito com 173.736 votos, está, também, desconfortável no PMDB e enfrenta conflitos com o presidente da Executiva Regional, senador Eunício Oliveira. Nos bastidores políticos, a possível saída de Anibal para outro partido é tida como certa.

Em 2014, Anibal apoiou a candidatura do governador eleito Camilo Santana (PT), contrariando o próprio Eunício, que perdeu a eleição no segundo turno. A infidelidade nas eleições ao Governo do Estado custou a expulsão, pela Comissão de Ética do PMDB, do vereador Carlos Mesquita (Fortaleza) e dos prefeitos de Santa Quitéria (Fabiano Lobo) e de Novas Russas (Gonçalo Diogo).
A desfiliação do deputado federal Danilo Forte e a provável saída de Victor Valim não tem relação com casos de infidelidade partidária. Danilo foi um duro crítico do processo de expulsão dos militantes que deixaram de acompanhar o partido nas eleições ao Governo do Estado e, por essa razão, foi bombardeado pela cúpula estadual do PMDB.

A crise aberta com o vice-presidente regional Gaudêncio Lucena e com o próprio Eunício Oliveira o levou a desembarcar no PSB. Danilo não escondeu, também, a insatisfação com a centralização nas mãos do senador Eunício Oliveira na definição de ocupantes de cargos do Governo Federal no Ceará – como Companhia Docas, BNB e Dnocs. Quanto a Victor Valim, a decisão de trilhar outros caminhos partidários é a falta de espaços no PMDB para concorrer à Prefeitura de Fortaleza. Victor tem convite de uma sigla que o assegura, hoje, a candidatura à sucessão do prefeito Roberto Cláudio. Antes do PMDB, Victor foi filiado ao PHS – sigla que o levou, em 2008, à Câmara Municipal de Fortaleza.
Fonte: CearaAgora.com

domingo, agosto 30, 2015

"Bilhetes" - DENÚNCIA DE FRAUDE NO CONCURSO PÚBLICO GERA GRAVE ACUSAÇÃO NO LEGISLATIVO DE IPU

A polêmica que está envolvendo uma grave denuncia, feita pela assessoria de imprensa do Prefeito Sergio Rufino, na qual existem possíveis irregularidades no resultado do último concurso público promovido pela prefeitura de Ipu, promovida na gestão Novo Tempo de Sávio Pontes (2009-2012), gerou um bate boca polêmico com direito a acusações na última sessão (27.08) do legislativo municipal.

O Vereador situacionista Alberto Martins, após ter recebido um bilhete de um assessor seu - como assim nos confirmou um membro da bancada de oposição, partiu para o ataque contra a gestão passada focando na parlamentar Efigênia Mororó. O edil no uso da palavra, inicialmente falou do roubo da Caçamba do PAC e das denúncias de superfaturamento na compra da merenda escolar, para em seguida entrar na pauta do concurso.

Alberto disse que a Vereadora Efigênia e que outros colegas seus, fizeram bilhetes para o ex-gestor pedindo vagas para correligionários não classificados. O edil da bancada de apoio do Prefeito atual citou nomes de candidatos que hoje não estão empregados e que obtiveram pontuação maior noconcurso.

Efigênia reagiu e disse: "Traga o bilhete!". Alberto se alterou e disse Aqui quem tá falando com você é um homem! E Quinta-Feira eu trago!"

A população de Ipu, sobretudo os funcionários públicos e familiares temerosos que o concurso seja anulado como assim já tem acontecido em outras cidades nos últimos anos (clique aqui), inicia a semana sobre forte expectativa. 

Confiram o áudio da sessão

HEITOR E DANILO FORTE ACERTAM IDA PARA O PSB

Foto: Danilo, Siqueira, Heitor e Sérgio Novais
Além do deputado estadual Heitor Férrer (PDT), quem deve ingressar no PSB é o deputado federal Danilo Forte (PMDB).
Heitor quer disputar a Prefeitura de Fortaleza e Danilo quer postular a Prefeitura de Caucaia. Está deixando o peemedebismo porque nesse município da Região Metropolitana de Fortaleza, o controle da legenda é do ex-deputado federal José Gerardo Arruda. E ele quer também disputar o trono.

Nesta sexta-feira, Heitor e Danilo mantiveram encontro em Brasília com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, tendo o presidente do partido em Fortaleza, Sérgio Novais, dando o aval. Falta só a data da festa de filiação, que contará com a alta cúpula nacional presente.
DETALHE – Danilo Forte tenta ainda ser o futuro presidente regional do PSB, pois Roberto Pessoa continua como presidente da comissão provisória da sigla no Estado.
Fonte: O Povo/Eliomar de Lima

CAMILO TAMBÉM ESTEVE EM SANTA QUITÉRIA INAUGURANDO HOSPITAL

O governador Camilo Santana participou, na noite de quarta-feira (26), da inauguração do novo hospital municipal de Santa Quitéria, na região Norte do Estado. Com cerca de R$ 870 mil de recursos do Estado, o equipamento foi completamente reformado e modernizado para atender a população do município. No total, a unidade de saúde conta agora com 48 leitos, duas salas de cirurgia e atenderá as especialidades de pediatria, traumatologia, ortopedia, clínica geral, obstetrícia e cirurgia geral.

O prefeito Fabiano Lobo falou sobre a entrega e disse que a população aguardava ansiosa uma unidade hospitalar. O ex-governador Cid Gomes também participou da solenidade e falou sobre a obra. “Isso não é uma reforma é uma reconstrução porque o hospital está novo. As pessoas que buscarem atendimento vão poder observar como o a unidade está bem equipada e pronta pra recebê-los, com máquinas novas e profissionais qualificados”, enfatizou. Ao final, uma benção foi realizada no hospital pelo pároco de Santa Quitéria, Nery de Abreu.

Compromisso
Camilo Santana aproveitou a oportunidade para assumir compromissos com a população do município. “Quero assumir aqui, publicamente, o compromisso de asfaltar o trecho que vai de Santa Quitéria até o distrito de Trapiá, para que o povo possa receber esse benefício”, informou. O governador disse também que vai “sentar e discutir as parcerias para ver como é possível o Governo do Estado repassar recurso para a prefeitura administrar o hospital”.
Fonte: Governo do Estado
Confiram as fotos do evento (Site A Voz de Santa Quitéria)

sábado, agosto 29, 2015

CONCURSO PÚBLICO DA GESTÃO SÁVIO PONTES É ALVO DE GRAVE DENÚCIA

Desemprego: FUNCIONÁRIOS MUNICIPAIS TEMEM 
ANULAÇÃO DE CONCURSO !!!!
O assessor especial de comunicação do Gabinete do Prefeito Sergio Rufino e apresentador oficial do Programa de Rádio do Grupo Liberdade, radialista Rogério Palhano, tem noticiado com veemência a existência de possíveis fraudes que levaram a adulteração do resultado oficial do concurso público realizado na gestão do ex-prefeito Sávio Pontes.
O homem de confiança dos irmãos Rufino sinalizou no rádio que pode vir aí uma CPI.
A gravíssima denúncia tem deixado apreensivo muitos concursados e seus familiares, pois temem que com o avanço da denúncia a Justiça peça anulação do concurso e os mesmos venham a perder seu emprego. 
O concurso da gestão Novo Tempo promoveu a homologação de mais de 800 concursados. 
__________________________________
leiam abaixo a matéria polêmica publicada pelo assessor do Prefeito em seu Blog no dia 22 de agosto de 2015

quinta-feira, agosto 27, 2015

SERGIO RUFINO CONCEDE ENTREVISTA E DEMONSTRA UNIÃO DOS MARTINS PARA SUA REELEIÇÃO

O prefeito Sérgio Rufino acompanho do vice-prefeito Carlos Eduardo concedeu  entrevista "bombástica" na Rádio FM Cidade nesta última terça-feira (25-08-2015) em coletiva com os programas da emissora: Verdade dos Fatos apresentado pelo comunicador Nilson Costa, e o programa Notícias da Cidade, apresentação Ademir Gregório.
Em conversa franca com os comunicadores, o prefeito Sérgio Rufino também  foi sabatinado por perguntas dos ouvintes, que em um certo momento deixou a rede social da emissora congestionada. Registrar a participação especial do Cel. Martins.
Prefeito Sérgio Rufino iniciou sua participação trazendo toda a programação da grande festa da Semana do Município, Ipu 175 anos de emancipação política. Em síntese, respondeu perguntas sobre um programa que venha amenizar a seca no município, seguro safra e o seu pagamento rigorosamente em dia, crise financeira no país e os cortes do Governo Federal nos programas para o município, e no final, o prefeito falou sobre o transporte universitários.
O nosso redator do Portal de Notícias Aconteceu Ipu, Afrânio Soares acompanhou o Sr. prefeito, desde já, agradecer a emissora pela acolhida de nossa reportagem e pela liberação do áudio.


Afrânio Soares - Aconteceu Ipu
_____________________________________________
LEIAM MATÉRIA RELACIONADA ABAIXO

quarta-feira, agosto 26, 2015

Ipu - CAMILO COMPARECE A FESTA DO MUNICÍPIO E ASSINA ORDEM DE SERVIÇO DA CEI

“Nesta terça-feira (25), aniversário de 175 anos de Ipu, assinamos a ordem de serviço para a construção do Centro de Educação Infantil (CEI) do município. A unidade tem capacidade para atender até 208 crianças e será equipada com quatro salas de aula, laboratório de informática, refeitório, cozinha, berçário, fraudário, dormitório, copa, recepção e playground”, postou no facebook o governador Camilo Santana (PT).
Camilo Santana cumprimentou vários ipuenses que estavam nas dependências do Ginásio Coberto Abdoral Timbó e ainda tirou fotos com as candidatas do Miss 2015 que desfilariam durante a noite.
Fonte: Netcina.com

DILMA VEM AO CEARÁ NA TENTATIVA DE RECUPERAR POPULARIDADE

Na última sexta-feira (21) a presidente foi ao sertão pernambucano para entregar o primeiro trecho da transposição
Dilma virá ao Ceará. A informação foi divulgada ontem após reunião da coordenação política do Palácio do Planalto. A visita está agendada para a próxima sexta-feira. A petista cumprirá agenda nos municípios de Lavras da Mangabeira, na região do Cariri, e em Caucaia, na região metropolitana de Fortaleza. Um terceiro evento está sendo articulado e será divulgado nos próximos dias. Esta será a primeira visita da presidente ao Ceará neste ano.
Em Lavras, a presidente assinará ordem de serviço para a retomada das obras do Lote 4 da Transnordestina. O lote abrange os municípios de Lavras, Iguatu e Acopiara. “Quem torcia que essa obra não saísse do papel vai quebrar a cara porque ela vai ser retomada em temperatura máxima”, disse o deputado José Guimarães (PT), líder do governo na Câmara dos Deputados.
iante da queda na popularidade em todo o País, a presidente reforça viagens ao Nordeste para recuperar parte do prestígio político perdido em meio a crises tanto na economia quanto na política.
Historicamente mais simpático ao PT, o Nordeste é a região do País que proporcionalmente mais deu votos ao partido nas eleições presidenciais de Lula e Dilma, mas que atualmente segue a tendência de outras regiões com alto índice de desaprovação contra o governo.
A viagem da presidente faz parte de uma agenda chamada “Dialoga Brasil”, que já percorreu Maranhão, Bahia e Pernambuco. O POVO adiantou no final de julho as viagens estudadas pelo governo.

Ofensiva
O Governo Federal fará hoje ofensiva, com a presidente Dilma Rousseff, ministros e a presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Miriam Belchior, para a entrega de casas populares em quatro cidades de São Paulo.
A ofensiva, mais uma tentativa para recuperar a popularidade, ocorre um dia após o próprio governo anunciar o corte de dez dos 39 ministérios até setembro. São Paulo é o Estado que mais tem reunido manifestantes nas ruas contra a gestão Dilma. Serão, no total, 2.555 unidades habitacionais, em um investimento de R$ 208 milhões, em Catanduva, Araraquara, Araras e Mauá, que devem atender 10 mil pessoas. (Colaborou Jessica Welma)
Fonte:O Povo

Mais Um - VEREADOR ASSASSINADO EM BARREIRA ERA TAMBÉM RADIALISTA

José Targino dos Santos, mais conhecido como Faceta, foi assassinado nessa segunda-feira, 24, por volta das 22h30min, em um bar da cidade de Barreira, no Maciço de Baturité. Ele era vereador do Município, eleito em 2012, pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).
Conforme o cabo Nílson, do destacamento da Polícia Militar (PM) em Barreira, Faceta estava em um bar, debatendo política com amigos, quando houve uma divergência de ideias com um homem. Ainda conforme o cabo, Após a discussão, um outro homem chegou ao bar e atirou contra o vereador, apenas uma vez, atingindo o peito esquerdo da vítima. Em seguida, o atirador fugiu a pé. Faceta morreu no local.

A polícia já identificou suspeitos pelo crime, não divulgando o nome apenas para não atrapalhar as buscas — que são feitas na manhã desta terça-feira, 25. O caso é investigado pela Delegacia de Redenção.
Faceta era também radialista e conhecido por denunciar desmandos e corrupção na região.

Segundo destacamento da Polícia Militar em Barreira, Faceta estava em um bar na manhã desta terça-feira, onde debatia política com amigos, quando houve divergência de ideias com um homem. Após a discussão, um outro homem chegou ao bar e atirou contra o vereador, que foi atingido no peito. O vereador morreu no local.
A PM já identificou suspeitos pelo crime, não divulgando nomes para não atrapalhar as buscas - que são feitas nesta terça-feira. “Não podemos aceitar isto que está acontecendo. Até quando vamos aguentar? Esperar pela justiça dos homens que nunca chega e quando chega falha. Temos que apurar. Ele pagou com sua própria vida”, disse Ferreira Aragão.

Radialistas
O assassinato é investigado pela Delegacia de Redenção. No dia 6 deste mês, um outro radialista, Gleydson Carvalho, foi morto a tiros no estúdio da rádio onde trabalhava, em Camocim. O caso também tem indícios de crime político.
Para Ferreira Aragão, o direito de se expressar, garantido pela Constituição Federal, está sendo desrespeitado por bandidos. “Há vários casos, uns que estão caindo no esquecimento e outros na impunidade e eles querem assombrar. Tem que haver um enfrentamento”, diz.

O deputado Ferreira Aragão (PDT)classificou como “crime por divergência política” o assassinato de José Targino dos Santos – o Faceta (PDT) –, vereador do município de Barreira, na Serra de Baturité. Segundo Aragão, Faceta era também radialista e conhecido por “denunciar desmandos e corrupção” na região.
Segundo destacamento da Polícia Militar em Barreira, Faceta estava em um bar na manhã desta terça-feira, onde debatia política com amigos, quando houve divergência de ideias com um homem. Após a discussão, um outro homem chegou ao bar e atirou contra o vereador, que foi atingido no peito. O vereador morreu no local.

A PM já identificou suspeitos pelo crime, não divulgando nomes para não atrapalhar as buscas - que são feitas nesta terça-feira. “Não podemos aceitar isto que está acontecendo. Até quando vamos aguentar? Esperar pela justiça dos homens que nunca chega e quando chega falha. Temos que apurar. Ele pagou com sua própria vida”, disse Ferreira Aragão.
Site: O Povo Online

Social - OS 15 DE CONCEIÇÃO

Aconteceu no último sábado (22) a festa de 15 anos da jovem Conceição. A aluna do 1º Olímpico do FB Sobralense recebeu familiares e amigos no Derby Club de Sobral. Aproveito aqui para parabenizar aos amigos Jerônimo Prado e Stefanya, pais de Conceição, e também agradecer pelo convite.

MAIORIA DO TSE DECIDE ABRIR PROCESSO QUE PODE LEVAR A CASSAÇÃO DE DILMA

Quatro dos sete ministros já votaram a favor do prosseguimento de ação de impugnação do mandato da petista, mas julgamento foi suspenso após ministra Luciana Lóssio pedir vista

Depois de duros embates entre os ministros, o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formou maioria nesta terça-feira para dar continuidade a uma ação que pode levar à cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT) e do vice-presidente Michel Temer (PMDB) por abuso de poder político e econômico. A ministra Luciana Lóssio - ela própria uma das ex-advogadas eleitorais de Dilma - pediu vista e interrompeu o julgamento, mas quatro ministros já votaram a favor do prosseguimento da ação de impugnação do mandato da petista. Com isso, Dilma pode ser intimada a se defender.
Em análise individual, a ministra Maria Thereza Assis Moura, relatora do caso, havia negado seguimento à ação que questionava a legalidade da disputa eleitoral por considerar frágeis as provas apresentadas pelo PSDB, autor da ação, no pedido de abertura do processo. Mas o caso chegou ao Plenário após recurso dos tucanos. Até o momento, os ministros Gilmar Mendes, João Otávio de Noronha, Luiz Fux e Henrique Neves consideraram que a ação contra a chapa Dilma-Temer deve continuar na Justiça Eleitoral. Apenas a ministra Maria Thereza votou, em sessão anterior, para rejeitar o recurso do PSDB e sepultar o pedido. Ainda não há, por ora, julgamento de mérito sobre o eventual abuso ou não da chapa Dilma-Temer nas eleições de 2014.
Na sessão desta terça, confrontada com as recentes revelações da Operação Lava Jato, que colocam a licitude do financiamento da campanha de Dilma em xeque, Maria Thereza disse que não votou baseada em convicções políticas e afirmou que também deseja "um país sem corrupção". Embora a Lava Jato tenha colocado o governo diariamente nas páginas policiais, a ministra disse que as revelações do petrolão vieram depois da ação apresentada pelo PSDB no final do ano passado e declarou que caberia ao Supremo Tribunal Federal (STF), e não ao TSE, processar ações desta natureza. "Os fatos foram trazidos à luz dos acontecimentos de 2014. Como todo brasileiro, também quero um país sem corrupção, que seja melhor para nossos filhos e netos. Os fatos são graves, mas são fatos supervenientes, que nem mesmo o autor da ação tinha conhecimento quando a ação foi trazida", disse.
A argumentação foi rebatida pelo ministro Gilmar Mendes. Para ele, não são os fatos que são posteriores à ação que pode levar à cassação do mandato de Dilma. Segundo o magistrado, o PSDB reuniu o que se conhecia de possíveis irregularidades na época imediatamente após a reeleição de Dilma em outubro, mas não tinha como saber em detalhes revelações que vieram à tona apenas este ano, como os depoimentos do empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia. Pessoa disse ter repassado dinheiro desviado da Petrobras para a campanha política de Dilma por meio de doações oficiais.

"Imaginemos que, de fato, fique comprovado que o financiamento da campanha se deu via Petrobras, por propina. Há dados fortes. Vamos ignorar isso na ação? Como o autor [da ação, o PSDB] poderia provar esses fatos? Ele tinha os elementos iniciais dos depoimentos", disse Gilmar.
Não há data para que o julgamento seja retomado.
Fonte: veja.com

terça-feira, agosto 25, 2015

PERSEGUIDO DENTRO DO PRÓPRIO GRUPO DO PREFEITO, AFRÂNIO DESABAFA: "JAMAIS SEREI CHAMADO DE LADRÃO"



Perseguido por membros radiofônicos do Grupo Liberdade liderado pelo Prefeito Sergio Rufino, o cidadão ipuense, pessoa bastante estimada em nossa sociedade e que é um adido defensor da atual gestão, o blogueiro Afrânio Soares fez um desabado confessional par aqueles que o insultam e o caluniam cotidianamente e infundadamente. Veja o texto abaixo na íntegra
______________________________________________________________

Aos amigos ipuenses, "irmãos desta terra que nasci", seguidores do meu trabalho como redator do Portal de Notícias Aconteceu, venho a público externar a minha insatisfação de repúdio aos constantes ataques que venho sofrendo a minha vida pessoal, por não dizer, "profissional" por pessoas ligadas a política em Ipu.
Inicie um trabalho de divulgação noticiosa da campanha vitoriosa do atual prefeito de Ipu, em "meados de 2011". Sérgio Rufino, um cidadão  sério, de postura ilibada a quem tenho o respeito por isso, desde então, tenho sofrido perseguições e ataques ao meu trabalho no "Grupo do Prefeito", nunca soube os verdadeiros motivos, existem pessoas que acham que na vida, devemos viver como eternos "Talibãs", com intrigas, confusões e só agregando inimigos em Ipu. Para essas pessoas, eu só tenho a dizer: (..) "A minha vida particular só diz respeito a minha pessoa, quem escolhe meus amigos sou eu, não sou político, e tenho como "filosofia pessoal" a decência em tentar viver de bem com a vida, de construí-la pela força do meu trabalho e engrandecê-la pela ética e a moral dos bons costumes que ela possa trazer."

Sobre o Portal de Notícias Aconteceu Ipu, é uma empresa de divulgação de notícias com o apoio da iniciativa privada, nosso trabalho não tem vínculos partidários, engana-se aqueles que estão a todo custo querendo acabar com o nosso trabalho.
Sobre a minha vida pessoal, gostaria de dizer que tenho uma vida simples e humilde até pela pessoa pública que sou, disso, minhas filhas e minha amada esposa podem se orgulhar, nunca cometi atos de liberdinagem que possam abalar a minha conduta, no meu "curriculum" não existe a mecha de ter roubado alguém, nunca fui e jamais serei tachado de "Ladrão" por quem quer que seja.

Um recado -  Aquelas pessoas que hoje ocupam grandes cargos administrativos, seja ele ou ela, uma simples coordenação, eu pergunto!!! Onde vocês estavam em 2010, 2011 e 2012 quando o "Afrânio Soares" deu sua "cara a bater "combativamente"  divulgando os escândalos da administração "Ipu um novo tempo" através do trabalho glorioso da ONG ORAI, junto com os meus amigos, em particular Dr. Júnior Pereira e o professor Raimundo José? Será que agora a "carapuça" caiu?

Não vou mudar a minha filosofia de vida porque hoje ocupo o humilde cargo de "Assessor de Gabinete" prestando serviço de divulgação da administração "respeito e transparência" no site oficial do Governo Municipal, uma pasta que exerço com muita responsabilidade e competência, a convite do Sr. Prefeito Sérgio Rufino. Meu compromisso profissional é com o prefeito, na hora que ele achar que não estou servindo mais para os seus interesses administrativos, esse cargo está a "disposição", sem rancor, ofensas, do jeito que entrei pela porta da frente, sairei pela mesma, com a cabeça erguida, ciente de que fiz a minha parte como profissional a qual foi nomeado.
"O indício mais seguro de se ter nascido com grandes qualidades é ter nascido sem inveja. (François La Rochefoucauld). Cresçam!!!! Desta vida vocês não levam nada.
Fonte: Afrânio Soares (Redator do Portal de Notícias Aconteceu Ipu.

Pros para o PDT - EUNÍCIO FAZ DURAS CRÍTICAS AOS FERREIRA GOMES

O senador Eunício Oliveira (PMDB), em entrevista exclusiva ao jornal O Estado, teceu duras críticas ao grupo político liderado pelos irmãos Ferreira Gomes e o classificou como “predadores profissionais de partidos”, em razão do grupo, em setembro, deixar o Pros, o esvaziando, para ingressar no PDT.
“São os predadores de Partido. Esse é o oitavo ou nono partido que eles passam e os destroem. Então, são predadores de partidos profissionais. Vai fazendo esse jogo em cada eleição, enganando o eleitor, mentindo para a população e fazendo o posicionamento diferente daquilo do que eles prometeram”, criticou o peemedebista.
Para o senador da República, a decisão dos irmãos Cid e Ciro Gomes e dos demais correligionários de mudar de partido, passa longe de ser interesse da sociedade, mas de interesse pessoal, para conquistar o poder. 

Ao ser questionado sobre como vê o cenário político em 2018, tendo como candidato a presidência Ciro Gomes, Eunício foi econômico nas palavras: “prefiro não comentar”, desviou aos risos e acrescentou: “eu não quero me meter em partido dos outros e vou me abster de falar qualquer coisa sobre o futuro do PDT. Mas, o Pros foi criado para o atendimento a essa família. Na próxima eleição, eles já vão estar em outro partido”.

Cristovam
Eunício, no entanto, lembrou as críticas do senador Cristovam Buarque, sobre o futuro ingresso do grupo no Partido Trabalhista. “Eles podem até ter votos, mas não dignifica o partido. Essas palavras não são minhas, mas do professor que é um dos nomes mais respeitados da política brasileira.”

Trânsfugas
Ao finalizar o assunto, o senador criticou o fim da ideologia partidária no País. “Aqui está falando alguém que tem mais de 40 anos no mesmo partido. Portanto, acho que o grande problema da política brasileira são esses trânsfugas, que a cada eleição disputa em um novo partido, sem ideologia, sem compromisso com a população. Diz uma coisa no palanque e faz outra na prática. São batedores de carteiras que saem correndo dizendo: pega ladrão.”

Em 2016
Nos bastidores, a informação é de que Eunício não será candidato a prefeito de Fortaleza, contudo, o capital político conquistado na última eleição, o credenciaria para eleger um prefeito na Capital. Um novo confronto político ocorrerá em 2016, quando o PMDB e partidos aliados se enfrentarão na disputa pela Prefeitura de Fortaleza, que terá o prefeito Roberto Cláudio, pertencente ao grupo político de Cid e de Camilo Santana, que deverá disputar o pleito, em busca de reeleição, pelo PDT.
Fonte: Política com K

Dia 12 - PMDB PROMOVE ENCONTRO REGIONAL EM SOBRAL

Dr. Oscar Rodrigues, novo cacique do PMDB de Sobral, ao lado da sua esposa a ipuense Neide Martins
O PMDB definiu, para o dia 12 de setembro, em Sobral, a retomada dos encontros regionais que o partido vem realizando desde o início deste ano na Região Metropolitana de Fortaleza e cidades do Interior. As reuniões marcam a estratégia definida pelo presidente da Executiva Regional, senador Eunício Oliveira, para o PMDB receber novos filiados e se fortalecer nas eleições de 2016.

Eunício que, em 2014, disputou o segundo turno da eleição ao Governo do Estado, quer ampliar bases do PMDB no interior, com a eleição de prefeitos e vereadores no próximo ano, como preparativos para o pleito de 2018. Sobral, que tem o quarto maior eleitorado do Ceará, ficando atrás de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Caucaia, é considerada uma cidade estratégica para os projetos do PMDB.

O partido tem como principal liderança local o empresário do ramo de educação e professor Oscar Rodrigues. A cidade tem outra simbologia: é berço do poder político dos irmãos Cid e Ciro Gomes – ferrenhos adversários de Eunício Oliveira. O grupo controla a Prefeitura desde 1997 quando o então deputado estadual Cid Gomes ganhou a eleição, sendo sucedido pelo hoje deputado federal Leonidas Cristino (PROS) e pelo atual prefeito Veveu Arruda (PT). Em 2016, o PMDB poderá disputar a prefeitura com o professor Oscar Rodrigues, que é o pai do deputado federal Moses Rodrigues (PPS).
Fonte: CearaAgora.com

TEMER DEIXAR ARTICULAÇÃO POLÍTICA E AGRAVA CRISE POLÍTICA

No Palácio do Planalto, o vice-presidente do Brasil, Michel Temer, fala com a presidente Dilma Rousseff após cerimônia de lançamento do Pacto Nacional de Violações de Direitos Humanos na Internet - 07/04/2015
O vice-presidente da República, Michel Temer, informou nesta segunda-feira à presidente Dilma Rousseff que não vai mais ser responsável por discutir com aliados a liberação de emendas e a nomeação de cargos no segundo e terceiro escalões - o que, na prática, o afasta da articulação política do governo. Temer assumiu a função de articulador em abril como uma esperança de pacificação da rebelde base aliada no Congresso, função que os antecessores Pepe Vargas e Ideli Salvatti não conseguiram exercer. No entanto, após problemas com a equipe palaciana e a própria Dilma, o peemedebista entregou o cargo.
Em reunião com a presidente nesta segunda, Temer afirmou que deixa o "varejo" da articulação, mas segue à frente da "macropolítica", participando das reuniões semanais da coordenação política. Oficialmente, o argumento para o afastamento do vice é a conclusão da votação das medidas de ajuste fiscal no Congresso. Temer foi alçado ao cargo justamente com a missão de convencer os aliados a darem aval às impopulares medidas para resgatar a economia brasileira. No entanto, ao acumular a função, o vice acabou se desentendendo com a equipe de Dilma.
Um dos pontos de tensão se deu nas negociações da liberação de emendas - recurso que parlamentares recebem para injetar em suas bases eleitorais. Temer chegou a prometer a liberação de 500 milhões de reais, mas foi desautorizado pelo Ministério da Fazenda, comandado por Joaquim Levy. A aliados, o vice reclamava da falta de autonomia no cargo que lhe fora confiado.
Outro fator que contribuiu para o desgaste de Temer foi sua recente declaração de que alguém precisaria reunificar o país diante das crises política e econômica. A manifestação do vice-presidente foi interpretada por petistas como a senha de que ele próprio estaria se apresentando para assumir a função. A partir daí, Dilma passou a assumir pessoalmente algumas atribuições do vice.
Assessores próximos ao peemedebista relataram que ele vinha sofrendo pressão de todos os lados - desde parlamentares sedentos por emendas a peemedebistas que defendem o rompimento com o governo. Conforme relato da equipe palaciana, Temer deixou a reunião nesta manhã com um sorriso, o que contrasta com a irritação demonstrada desde que assumiu o posto.
O desembarque de Temer, avaliado com congressistas como um bom negociador, pode piorar a relação do governo com o Congresso. No início deste mês, as bancadas do PTB e do PDT na Câmara declararam independência e deixaram a base aliada, já fragilizada após o rompimento do presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com o Planalto.
O gesto de Temer é encarado por peemedebistas como um aceno à oposição, principalmente depois da manifestação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que defendeu publicamente a renúncia da Dilma como "um gesto de grandeza". "Logicamente, é uma sinalização de que a oposição pode confiar nele, caso assuma o governo", resume um deputado, vislumbrando a renúncia ou o impeachment da presidente.
Homem de confiança de Dilma, o assessor especial da Presidência Giles Azevedo é cotado para assumir a função do peemedebista. Ele já participa das reuniões da equipe política e tem agido para blindar o governo nas comissões parlamentares de inquérito (CPIs) criadas pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Fonte: Veja.com

DILMA ADMITE QUE DEMOROU EM RECONHECER GRAVIDADE DA CRISE

A presidente Dilma Rousseff participa da cerimônia de anúncio do programa de investimentos em energia elétrica, no Palácio do Planalto, Brasília (DF)
Em entrevista nesta segunda-feira, no Palácio do Planalto, aos jornais O Estado de S.Paulo, O Globo e Folha de S.Paulo, a presidente Dilma Rousseff admitiu que o governo demorou em reconhecer a gravidade da crise econômica no ano passado. "Errei em ter demorado tanto para perceber que a situação era mais grave do que imaginávamos. Talvez, tivessemos que ter começado a fazer uma inflexão antes. Não dava para saber ainda em agosto, não tinha indício de uma coisa dessa envergadura. Talvez setembro, outubro, novembro", afirmou.
A petista também afirmou que o corte no número de ministérios enxugará 5% do total de cargos comissionados - de livre nomeação e exoneração na gestão pública. "A reforma ministerial vai extinguir cerca de mil, dos cerca de 22.500 cargos comissionados", disse.
Dilma negou a possibilidade de afastamento do ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Questionada se havia fundamento nos rumores que movimentaram o mercado financeiro hoje, Dilma foi categórica: "Isso é mentira".
A presidente frisou que a mudança ministerial tem caráter estruturante e confirmou que "à primeira vista" pretende reduzir dez ministérios. "Vamos passar todos os ministérios a limpo", afirmou Dilma, segundo quem haverá redução de secretarias em ministérios que não serão extintos. "Até setembro anunciaremos os ministérios que serão cortados."
Questionada sobre o envolvimento de petistas no propinoduto da Petrobras, Dilma disse ainda que "lamenta profundamente".
Fonte Veja.com